quinta-feira, março 30, 2006

O Suave Milagre 110 - A matéria

Ao visitar a exposição do CCB, fiquei com a impressão que Frida Kahlo sabia bem que transformava uma matéria-prima de compaixão (a sua vida) em objectos de orgulho e de admiração (a sua arte). Daí aquela altivez, aquela segurança no olhar, daí ter escrito na parte de trás de um dos seus primeiros trabalhos: "a minha primeira obra-prima".

Dei por mim a pensar no que é que eu fazia com a minha matéria-prima. Por mais do que uma vez, senti um desafio incómodo no seu olhar. Ainda agora o sinto.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É dar o troco à Frida, minha amiga. O povo está contigo :)

10:56 da tarde  
Blogger AS said...

Tu já és uma obra prima, só não vais às vernissages... mas o conceito de exposição é muito relativo.

1:10 da manhã  
Blogger maldito cinema said...

Aliás... só existimos, cada um de nós, porque somos obras.
Frida só o soube dizer mais alto.

2:44 da tarde  
Anonymous bebel said...

Priminha...Que surpresa, naum ? Vou ver seu blog agora sempre...Um bjaum Bebel Brasil !!

11:21 da tarde  
Anonymous bebel said...

Priminha...Que surpresa, naum ? Vou ver seu blog agora sempre...Um bjaum Bebel Brasil !!

11:21 da tarde  
Blogger zecadanau said...

Um bom fim de semana.

Zeca da Nau

12:21 da manhã  
Blogger Roxanne said...

Mas que bela "moldura" que vocês me fizeram... Obrigada. Bebelzinha, que grande e boa surpresa! Beijinho

12:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home